BAHIA: POLÍCIA CIVIL ANUNCIA DEZENAS DE EXONERAÇÕES
04/09/2020 21:49 em POLÍCIA

O governo estadual decidiu fazer mudanças no atual quadro da Polícia Civil da Bahia e 37 pessoas, entre delegados, investigadores e escrivães, foram exonerados dos seus cargos nesta sexta-feira (4), conforme decisão publicada no Diário Oficial do Estado. Alguns dos exonerados foram nomeados em novos postos. De acordo com a polícia, as trocas fazem parte de um processo de aperfeiçoamento do trabalho da gestão administrativa e ocorrem periodicamente. 

 

Coincidentemente, as alterações ocorrem quase uma semana após a divulgação dos dados do Atlas da Violência que revelou que a Bahia ficou como o estado com maior número de homicídios no país pelo quarto ano consecutivo, entre outros índices.

Ao todo, 12 delegados foram exonerados e um terminou sendo demitido. A demissão foi aplicada contra o delegado Antônio Cardoso Junior, que atuou na 27ª Delegacia Territorial (DT/Itinga). De acordo com o decreto, ele foi dispensado porque não vinha exercendo com dedicação as atribuições do cargo e nem sendo leal à instituição. 

Ainda conforme o documento, a medida foi tomada “a bem do serviço público” porque o delegado vinha agindo de “forma desidiosa” — que quer dizer o mesmo que de maneira preguiçosa. Por descumprir as normas do cargo, o agora ex-delegado não poderá exercer outro cargo público pelo prazo mínimo de cinco anos.

 

Diretora do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), a delegada Maria Selma Pereira Lima foi uma das exoneradas e no diário não consta nomeação dela para novo posto. Na mesma situação está a delegada Clelba Regina Teles Borges de Barros, que era coordenadora técnica do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Também foram exonerados os delegados Mozart Cavalcanti de Oliveira, ex-titular da Delegacia de Santa Luz, subordinada à 15ª Coorpin (Serrinha); Alexandre Ramos Galvão, ex-titular da 4ª Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes da Região Metropolitana de Salvador, ligada ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco); André Silva Garcia, delegado ex-assessor técnico do Draco; Ana Neide dos Anjos Vieira Brito, ex-titular da Delegacia de Muritiba, subordinada à 4ª Coorpin (Santo Antônio de Jesus).

Além desses, também foram exonerados os delegados João Mateus Meneses Correia, ex-titular da Delegacia de Cachoeira, subordinada à 4ª Coorpin; Filipe Madureira Costa, ex-titular da Delegacia de Conceição do Jacuípe, subordinada à 3ª Coorpin (Santo Amaro); Decimária Cardoso Gonçalves, ex-titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Vitória da Conquista; Gabriela de Diego Garrido Vieira, ex-titular da Delegacia de Barra do Choça, subordinada à 10ª Coorpin (Vitória da Conquista).

Entraram na lista de exonerações ainda os delegados Marcelo Moreira Cavalcanti, ex-titular da Delegacia de Planalto, subordinada à 10ª Coorpin; Karla Rodriques de Souza, ex-titular da Delegacia de Tremedal, subordinada à 10ª Coorpin.

COMENTÁRIOS